Será que você está errando na hora de estabelecer qual é o seu diferencial? 🤔

Vamos pontuar erros comuns que algumas empresas cometem, ao pontuar seus diferenciais.

❗ Erro número 1: “Meu diferencial é o atendimento”.

Bom atendimento, em si, não é diferencial. É O B R I G A Ç Ã O. Atendimento pode ser um diferencial, se nele você entrega algo fora da caixa, proporcionando uma experiência singular.

Atender bem é o básico para ter um negócio de sucesso. Percebe a diferença?

❗ Erro número 2: “Tenho um produto de qualidade”.

Ok! Sabemos que existe muito produto ruim por aí. Mas oferecer um produto qualificado é vital para qualquer negócio que almeja se estabelecer/crescer.

Não confunda! A não ser que o seu produto seja algo exclusivo, ou minimamente diferente da maioria dos seus concorrentes, um bom produto não é diferencial, é zelo pela satisfação do cliente.

❗ Erro número 3: “Meu diferencial é o preço”

Calma, calma e calma! Estamos falando de preço ou de valor? Vender “barato” pode não ser um diferencial, mas sim um preço justo pelo valor que é gerado com seu produto.

Precisaríamos nos aprofundar em precificação para falar do tema, mas tenha muito cuidado com isso. Comece a observar se seu preço é de fato acessível ou apenas faz jus ao que você entrega.

❗ Erro número 4: “Não sei qual é meu diferencial”

Possivelmente o maior erro! Se você não consegue identificar sua PUV (Proposta Única de Valor), como pretende convencer o seu cliente de que ele precisa optar pelo seu negócio/produto, em detrimento de outros?

Pense fora da caixa e identifique seus diferenciais. Isso muda o jogo.

Curtiu este post? Marque nos comentários alguém que precisa ler isso.